20 de set de 2011

Contas da OAB-BA são reprovadas pela primeira vez

IMAGEM_NOTICIA_5-300x221[1].jpgAs contas dos exercícios de 2005 e 2006 da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Bahia (OAB-BA), foram reprovadas na tarde desta terça-feira (20). Na época, a entidade era comandada pelo advogado Dinailton Oliveira, que cumpriu o triênio 2004-2006. Em entrevista ao Bahia Notícias, o secretário-geral adjunto da OAB, André Godinho, confirmou a reprovação das contas, fato inédito da história da entidade na Bahia. O Conselho Federal da OAB optou pela recusa, por 17 votos a três, após a constatação de diversas irregularidades na gestão, como o não recolhimento do INSS de funcionários. "Isso é crime previsto em Lei. Configura apropriação indébita e ele deve responder por isso", afirmou Godinho. Com a decisão, o ex-presidente da OAB-BA, que tentou voltar ao cargo nas últimas eleições, fica inelegível por dois pleitos. A ação que solicitava a prestação de contas na gestão de Dinailton foi por diversas vezes adiada, depois de manobras do advogado. [Bahia Notícias]